Ter mais intensidade no sexo

Spread the love

Ou uma corrida, a aula de ginástica, culinária seminário qualquer hobby ou interesse que você e seu parceiro podem fazer juntos, sugere o Dr. Millheiser. “Isso pode fortalecer a sua ligação emocional e sentimentos de suporte ao aumento de desejo.” Em um estudo publicado no Journal of personality and Social Psychology, os casais que se envolveu em novas e excitantes atividades teve a maior satisfação em seus relacionamentos.

Novo e excitante”, é tudo relativo, então, dependendo de como aventureiro, são, isso pode significar qualquer coisa de experimentar o mountain bike para pára-quedismo. Menos estresse, melhora do humor, e maior auto-estima são todos os benefícios de saúde de exercício e, juntos, eles podem rev acima de sua movimentação de sexo.

Na verdade, um estudo recente descobriu que as mulheres que estavam tomando antidepressivo e estavam experimentando um amenizado a libido (um efeito colateral comum) a melhoria da satisfação sexual, fazendo três de 30 minutos de suor sessões por semana. Relacionados: Os 10 Melhores Exercícios Para A Sua Vida Sexual.

O que fazer?

Às vezes, um lento desejo sexual acaba sendo um sintoma de uma maior problema médico. Então, se juntamente com a sua baixa libido você começa a observar o ganho de peso, pele seca, perda de cabelo, fadiga e não ignorá lo você pode estar entre os 15 milhões de Americanos sem saber, sofrendo de um problema de tireóide.

Um simples exame de sangue irá confirmar o diagnóstico, e pode ser tratada com medicação. Dr. Millheiser adverte que a libido está associada a outras doenças, incluindo depressão e fadiga crônica. Relacionadas: 19 Sinais de que Sua Tireóide não está Funcionando Direito

Potencializar o sexo

Se o motor ainda está paralisada após estes ajustes de estilo de vida, medicamentos podem ajudar. “Certos medicamentos, tais como a testosterona ou Wellbutrin, pode ser usado em um off-label para o tratamento da libido baixa e está disponível apenas com receita médica,” Dr. Millheiser diz.

Embora Thaler do estudo não se concentrar em como isso aumentou a vigilância sobre a dor pode afetar o desejo de uma mulher para ter relações sexuais, outros estudos têm explorado a relação entre a dor e a libido. Uma 2014 estudo publicado no Journal of Neuroscience descobriram que os ratos que estão na dor são menos motivados a ter relações sexuais do que os ratos que estão na dor.

Deixe uma resposta